Páginas

20 de jul de 2011

Lançamento do Livro Avidamente Olho para o Mundo nesta quinta na Biblioteca Municipal

 
Em Avidamente olho para o mundo, Sueli Aduan traça um retrato das relações afetivas que determinam nossa conduta diária. De maneira questionadora e reflexiva,  seus personagens transitam num mundo de equívocos e contradições numa busca alucinante de sentido.    
 Os contos e poesias de Sueli Aduan nos convidam a uma viagem às histórias de amor e de não menos desamor, ao instigante e envolvente universo da literatura moderna. Vasto painel, mural panorâmico, retrato sem retoque das relações sociais, culturais, morais, afetivas entre personagens, sábia e comovidamente delineados. Sua leitura é limpa, objetiva e ao mesmo tempo questionadora e reflexiva, como na poesia Bater de Asas, por onde em simples e curtas linhas, Sueli Aduan descreve com lirismo e subjetividade duas realidades do nosso dia-a-dia: vida com natureza em harmonia, dor em violência e morte. Poemas de protesto, indignação, raiva, humor, amor, paixão, desejo, alucinação. Linguagem objetiva, rápida, nua e crua, mas também densa, entusiástica, extática, fluida, ponto de partida e de chegada de uma imaginação anestesiada da realidade.
Nesta quinta,  as 15:00 na Biblioteca Municipal.

'A Cultura Pertence as Pessoas'

Nenhum comentário: